Como escolher o melhor capacete para cada ocasião

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mateus
em junho 16, 2023

De uso obrigatório, os capacetes são indispensáveis para todo motociclista! Peça de segurança primordial, é ele que garante a segurança do crânio e dá a proteção necessária para usar a moto no dia a dia, seja para trabalhar como delivery, no transporte de passageiros ou para viajar.

Mas o capacete street integral é a única opção possível para uso na cidade ou existem outras? Como saber qual é o melhor modelo para ser escolhido? No texto abaixo, conheça as características dos principais modelos disponíveis no mercado e o que levar em conta antes de utilizar um.

Capacete integral

Esse é o modelo mais comum do mercado e que normalmente é utilizado pelos motociclistas. Ele se caracteriza por ser totalmente fechado, cobrindo assim o crânio, as bochechas, a boca e o queixo, tendo apenas a viseira como uma parte articulada. Dessa forma, ele é capaz de oferecer mais segurança ao motociclista, protegendo todas as partes vitais da cabeça em caso de quedas e colisões.

Justamente por essa ampla segurança, ele costuma ser o modelo mais recomendado ao conduzir a moto, seja na cidade ou na estrada. Inclusive, eles continuam sendo seguros em velocidades maiores (necessário ao trafegar em rodovias), além de contar com um bom sistema de ventilação. Outra vantagem é que existe uma grande variedade de modelos no mercado, permitindo que a pessoa encontre o capacete que, além de seguro, proporcionará conforto.

Capacete off-road

Já o capacete off-road é bem diferente do integral, sendo utilizado sobretudo por quem faz o uso esportivo da moto. Ao contrário do anterior, ele cobre apenas a parte superior do crânio, deixando a parte inferior exposta. Os seus modelos podem ter ou não uma viseira. Caso não tenha, é obrigatório o uso de óculos de segurança para proteger os olhos.

Inclusive, vale destacar que, nesses casos, é proibido o uso de óculos de sol, óculos de segurança do trabalho (EPI) ou corretivos. O ideal é o uso dos óculos apropriados para pilotar uma motocicleta.

Capacete aberto

Mais leve, o capacete aberto é um modelo permitido que também se assemelha ao off-road. Ele se destaca por oferecer mais liberdade ao rodar, uma vez que não conta com uma queixeira e proporciona mais ventilação que o tipo integral (um alívio para os dias mais quentes).

Por causa de sua estrutura, a proteção dele é focada no crânio, protegendo-o bem. Entretanto, a região do maxilar fica exposta a traumas em caso de acidentes, o que precisa ser levado em consideração. O seu uso na cidade não tem problemas, mas não se recomenda utilizá-lo nas rodovias, já que por causa das velocidades maiores, os danos de eventuais acidentes podem ser bem maiores para a parte desprotegida.

Capacete modular

Também conhecido como híbrido ou escamoteável, o capacete modular é outro modelo disponível. Ele conta com uma queixeira articulada, o que dá liberdade ao motociclista de unir a liberdade oferecida do capacete aberto com a segurança e proteção integral.

Contudo, ao circular em via pública, é obrigatório que o motociclista use o capacete com a viseira e a queixeira totalmente abaixada e travada. Em alguns modelos, o capacete ainda tem uma segunda viseira, ótima para proporcionar uma proteção maior contra os raios de sol e que ainda oferece proteção, mesmo se a queixeira estiver levantada. No entanto, vale destacar que por contar com uma estrutura mais complexa, ele é um capacete mais pesado que os outros, o que pode ser incômodo para alguns.

O que levar em conta para escolher o capacete?

Conhecendo os tipos de capacete, é hora de escolher o melhor modelo para utilizar. Não há uma resposta exata, mas é preciso que o motorista leve em consideração as características de cada modelo e também o contexto de uso. Por exemplo, se o motociclista costuma trafegar mais na cidade, fazendo delivery ou transportando passageiros, o mais indicado é aquele que dê segurança e traz conforto. Já para quem costuma viajar muito nas estradas, como citado, é melhor optar pelo tipo integral.

Há também que se pensar sobre a frequência de uso. Se for utilizar um por várias horas no dia, todos os dias, é fundamental escolher um modelo que seja seguro, mas também confortável, sem ficar apertado ou afrouxado demais. Outro ponto relevante é que ele deve ser durável, sendo capaz de aguentar essa rotina sem ter a sua proteção comprometida.

Vale procurar se informar, por fim, sobre a visibilidade oferecida pelo capacete nos dias de chuva. A falta de visibilidade pode ser um risco muito grande para o motociclista em dias chuvosos, portanto, o melhor é encontrar por aquele modelo que consiga ser seguro, confortável, bem ventilado e que garanta boa visibilidade.

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade