Como ganhar dinheiro com vendas de roupas de um nicho específico

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em abril 28, 2023

O comércio eletrônico de vendas de roupas é um dos pilares do mercado brasileiro. Ano após ano, o setor continua crescendo e se tornando uma opção lucrativa para aqueles que desejam começar a vender. 

A categoria de moda lidera a lista em volume de vendas no comércio eletrônico. Segundo o relatório Nuvem Commerce 2022, o ramo de Moda e Vestuário correspondeu a 41% de todas as vendas realizadas pelos usuários da plataforma.

É por isso que este setor chama tanto a atenção de empreendedores que buscam faturar com o comércio eletrônico.

Contudo, podem surgir diversas incertezas ao criar uma loja virtual de venda de roupas. 

Quais são os melhores nichos? Quais cuidados devo ter ao começar? Como devo promover meus produtos? Se você tem essas perguntas em mente, este artigo será muito útil para você.

Como começar a vender roupas

Agora que você entendeu o potencial lucrativo do mercado de venda de roupas, é hora de conhecer os passos envolvidos para iniciar um negócio nessa área.

  1. Escolha um nicho de mercado 

Um nicho de mercado é uma subdivisão de um segmento maior, como sua empresa de furadeira base magnética deve saber. Em outras palavras, representa a especialização da sua loja. 

Conforme você já tem conhecimento, o setor de moda é vasto e atende a diversos segmentos de produtos para diferentes públicos. 

Por isso, é importante encontrar um nicho bem definido para concentrar seus esforços.

Vamos supor que você queira vender blusas. Isso por si só já é um nicho específico, mas podemos aprimorá-lo ao pensar em fatores que diferenciam a proposta da sua empresa. 

E se você vendesse roupas plus size? Ou com temática geek? Ou de bandas? Ou roupas feitas com materiais veganos? As opções são muitas e é importante escolher um nicho que seja viável para o seu negócio.

  1. Estude sua persona

Além de escolher o seu nicho, é importante definir para quem você vai vender suas roupas, ou seja, criar sua persona, sendo um processo semelhante ao desempenhado por um fabricante de desinfetante

Em poucas palavras, a persona pode ser definida como um perfil semi-fictício que representa o seu cliente ideal. Ela é criada com base em informações demográficas, como: 

  • Idade;
  • Gênero;
  • Região;
  • Nível educacional;
  • Hábitos de consumo e muito mais. 

Esse elemento é fundamental para uma estratégia de vendas bem-sucedida. O objetivo da pesquisa de persona é compreender os medos e motivações dos clientes, possibilitando a criação de comunicações mais precisas e impactantes. 

Dessa forma, é possível estabelecer uma conexão emocional com o cliente e aumentar as chances de sucesso nas vendas.

  1. Construa uma marca forte

O mercado de moda é altamente competitivo e os clientes são constantemente bombardeados por anúncios de diversas marcas. 

Por isso, ter uma identidade de marca forte é um diferencial importante. É preciso identificar o que diferencia sua loja das outras e encontrar as formas mais eficazes de comunicar isso aos seus clientes.

Uma maneira de construir uma marca forte é prestar atenção à identidade visual, assim como uma empresa de curso de eletricista industrial. Alguns dos componentes que integram essa identidade são:

  • Logotipo;
  • Cores;
  • Nome da loja;
  • Imagens usadas no site e nas redes sociais.

É importante dedicar tempo para a criação dessa identidade, pois ela definirá como sua empresa será vista no mercado.

  1. Estruture seu canal de vendas 

Depois de ajustar os detalhes mencionados anteriormente, é hora de colocar tudo em prática e estruturar seu canal de vendas, que é a parte mais importante de todo o processo.

Primeiramente, você precisa decidir onde deseja vender seus produtos – em marketplaces, redes sociais ou em seu próprio site – e isso dependerá do público que deseja alcançar. 

Em seguida, é preciso determinar quais métodos de pagamento serão aceitos e quais tipos de envio estarão disponíveis.

Também é nessa fase que você definirá o preço de seus produtos e as estratégias que serão utilizadas para atrair compradores, como cupons de desconto, anúncios em redes sociais ou frete grátis. 

Cada estratégia requer um investimento diferente. É importante estruturar se haverá um espaço físico, podendo até mesmo alugar container para isso, ou se o negócio será somente online.

Não se esqueça de que é essencial estruturar uma política de trocas e devoluções, já que essa é uma das principais preocupações dos clientes no comércio eletrônico.

  1. O cliente deve ser o centro das suas decisões

Por fim, mas não menos importante, é fundamental que você mantenha o cliente no centro de todas as suas decisões, desde planejamentos estratégicos para o futuro até ações práticas do dia a dia.

Por exemplo, sua loja online deve ter fotos e descrições de produtos de qualidade que realmente esclareçam as dúvidas dos clientes. 

Além disso, é importante pensar na experiência de desembalar e garantir que as embalagens do seu e-commerce sejam de alta qualidade.

Também é essencial oferecer uma boa experiência de pós-venda, assim como uma empresa de gerador pequeno, respondendo às perguntas dos clientes rapidamente e ouvindo suas opiniões.

Ideias de nicho para venda de roupas

Pontuamos a seguir algumas ideias de nichos de moda que podem ser bastante lucrativos para sua empresa. 

É importante lembrar que cada um desses nichos possui diversas ramificações que você pode explorar para diferenciar ainda mais sua empresa. 

Atuar em um nicho não é nenhum empecilho para que sua empresa participe de outros nichos relacionados também. É possível vender em nichos complementares!

Nosso objetivo com a lista abaixo não é criar limitações, mas sim inspirá-lo a encontrar seu próprio lugar no mercado, seja atuando em um nicho conhecido ou em um que englobe vários outros.

  1. Moda plus size

A moda plus size é voltada para pessoas que usam roupas acima do tamanho padrão das lojas convencionais, como sua empresa de projetos elétricos deve saber. 

Esse nicho abrange todas as faixas etárias e gêneros, além de ser um mercado em grande crescimento na venda de roupas.

Quem atua nesse segmento precisa ter em mente que não basta apenas produzir roupas maiores, elas precisam ser pensadas diretamente para o público plus size. 

  1. Moda gestante

A gravidez é uma fase muito especial na vida de qualquer mulher, sendo um momento em que ela passa por muitas transformações físicas e emocionais.

De acordo com dados do IBGE, a maioria das gestantes têm até 29 anos de idade. Essas mulheres são jovens que encontram muitas dificuldades para encontrar roupas específicas para esse momento tão importante.

O público gestante é em sua maioria jovem e antenado com as tendências de moda, e sua empresa de filtro para piscina deve saber deste comportamento. 

O sucesso nesse nicho depende do oferecimento de produtos que preencham essa lacuna ainda existente no mercado.

  1. Moda evangélica

Segundo dados do Censo de 2010, em 40 anos, a população evangélica do Brasil cresceu de 5,2% para 22,2%.

Esse público movimenta um mercado próprio com diversos produtos, que incluem entretenimento, moda e artigos religiosos. 

Grande parte desse público é composto por mulheres, que procuram por vestidos mais longos e decotes fechados, sem perder o estilo. Mas mesmo o público masculino tem crescido nesse segmento.

Ao tratar de religião para vender roupas, é extremamente importante estar por dentro do assunto, pois mesmo que se trate da venda de roupas, a temática está diretamente relacionada à fé.

  1. Moda brechó

A moda dos brechós está em alta, principalmente devido à sua capacidade única de unir exclusividade, preços acessíveis e consumo consciente, assim como o propósito de uma empresa de alarme monitorado.

E engana-se quem pensa que todo brechó vende apenas roupas velhas e desgastadas. Na verdade, existe um mercado gigantesco de venda de roupas de segunda mão de diversas grifes nacionais e internacionais.

Nesse mercado, a apresentação é fundamental, especialmente quando se trata de peças usadas. 

É importante fazer um bom garimpo, escolher roupas em bom estado e caprichar na forma como são apresentadas aos clientes.

Considerações finais 

Em resumo, encontrar e fidelizar clientes interessados em um nicho específico de roupas, como moda plus size ou roupas de grife, pode ser um desafio para muitas empresas. 

No entanto, existem algumas estratégias eficazes que podem ser aplicadas para alcançar esses clientes de maneira mais eficiente.

Além de investir em marketing direcionado e em plataformas de e-commerce especializadas, é importante oferecer promoções exclusivas e incentivar a participação em programas de fidelidade. 

Dessa forma, é possível construir uma base sólida de clientes fiéis, que não apenas compram com frequência, mas também recomendam a marca a outras pessoas.

Em última análise, a chave para o sucesso em um nicho específico de roupas é entender e atender às necessidades dos clientes de maneira eficaz. 

Com as estratégias adequadas em vigor, qualquer empresa pode construir uma base de clientes leais e crescer no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade