Formas de proporcionar mais conforto aos pets idosos

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mateus
em outubro 18, 2023

Instalação de rampas de acesso é alternativa para animais com problemas de locomoção

O envelhecimento é algo inerente à vida de todo e qualquer ser vivo. A diferença é que cada um tem o seu próprio ritmo. Enquanto para nós, humanos, a velhice de fato começa aos 60 e poucos anos, para os nossos pets isso costuma acontecer bem antes.

Os gatos começam a envelhecer por volta dos 7 anos e são considerados idosos entre 12 e 15 anos; ao passo que em cães isso acontece entre os 9 e 12 anos. Nesse momento, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os bichinhos, usando rampas ou escadas para pet a fim de facilitar a locomoção, por exemplo.

A ideia é garantir mais qualidade de vida e conforto para os pets que, invariavelmente, podem precisar de cuidados especiais. Afinal de contas, um animal de estimação é um companheiro para a vida toda e merece todo o carinho e atenção que pudermos oferecer.

Sinais de envelhecimento em cães e gatos

Antes de falar de cuidados para pets idosos, é necessário entender que cada animal tem um ritmo diferente até mesmo no que diz respeito ao envelhecimento. No caso dos cães, por exemplo, as raças de pequeno porte chegam à terceira idade, em média, aos 12 anos, enquanto as de grande porte a partir dos 9 ou 10 anos.

Isso significa que pode haver variações quanto à idade em que o seu pet vira, de fato, um idoso. Só que existem alguns sinais que deixam bastante claro que o seu companheiro está entrando em uma nova fase da vida. O principal deles é a queda na energia e na rapidez próprias do animal.

O cachorro ou gato tende a ficar dormindo por mais tempo que o habitual, além de ficar cansado mais facilmente. Além disso, o embranquecimento dos pelos, especialmente no focinho, na orelha, na cauda e nas patas também é um claro indicativo do envelhecimento.

Junto a isso, teremos também o desenvolvimento de dificuldades de locomoção, perda parcial ou total da visão e/ou audição, aumento ou perda de peso, aparecimento de tumores, problemas urinários, aparecimento de tártaro nos dentes e até queda dos mesmos.

Cuidando de pets idosos

Depois de saber detectar a terceira idade nos pets, fica mais fácil entender o que fazer para dar mais conforto a essa turma. Confira a seguir as principais formas de cuidar do seu velhinho de estimação.

Acompanhamento veterinário

Um cuidado indispensável ao longo de toda a vida de um animal doméstico é o acompanhamento veterinário, só que na velhice isso deve acontecer de maneira ainda mais frequente. Esse profissional poderá diagnosticar possíveis patologias próprias dessa fase da vida e indicar o melhor tratamento para cada situação.

Adaptação ambiental

O ambiente em que o animal idoso vive deve ser adaptado conforme suas necessidades. Se o pet sobe no sofá ou na cama, mas está com dificuldade de locomoção, facilite o acesso com uma rampa ou escada. Os recipientes de comida e água também devem ser adaptados à altura do animal para não forçar o pescoço.

Brincadeiras e passeios

Não é porque seu pet está mais velho que você não deve brincar com ele ou mesmo deixar de levá-lo para passear. Porém, é importante sempre respeitar o ritmo do animal que costuma ficar mais lento. Observe as reações deles durante esses momentos de diversão e dê um tempo de descanso sempre que ele ficar ofegante.

Cuidado com dentes e pelos

Os pelos e dentes também devem ser observados com mais cuidado, já que podem ficar mais fracos e quebradiços. Faça a higienização correta da boca do animal usando escova de dente própria para cachorro ou gato e lembre-se de fazer a escovação dos pelos, de preferência, uma vez por dia.

Segurança e conforto

Evite deixar o animal em locais com piso escorregadio, pois há uma tendência maior por quedas e machucados nesse tipo de ambiente. Mantenha a área o mais livre possível para que ele consiga transitar pela casa com mais facilidade. Mantas, brinquedos de pelúcia e caminhas acolchoadas vão dar o toque de aconchego final.

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade